Últimas notícias

Grupo Simec realiza lançamento da pedra fundamental da expansão que irá gerar 450 novos empregos

Grupo Simec realiza lançamento da pedra fundamental da expansão que irá gerar 450 novos empregos

O Grupo Simec realiza oficialmente no próximo dia 30 de junho o lançamento da pedra fundamental do projeto de expansão da usina siderúrgica GV do Brasil em Pindamonhangaba. Os investimentos têm previsão de dobrar sua produção de 500 mil para um milhão de tonelada/ano e gerar 450 novos empregos, após a conclusão da obra que estima gerar 1.200 empregos indiretos.
Participarão do evento o CEO do grupo, Jaime Moncada, seu proprietário Eduardo Vigil dentre outros executivos juntamente com o prefeito Dr. Isael Domingues, vice-prefeito Ricardo Piorino, secretário de Desenvolvimento Econômico da cidade, Roderley Mioto, vereadores dentre outros convidados.
A empresa iniciou sua produção no município em 2015 e após sete anos do início de suas atividades o grupo anuncia uma ousada expansão que prevê um investimento de USD$ 300 milhões, que possibilitará dobrar a capacidade de reciclagem da usina de 625 mil toneladas/ano para 1,25 milhão tonelada/ano, dobrando assim toda sua produção de vergalhão em barra e rolo e fio máquina.
O prefeito Dr. Isael Domingues parabenizou o grupo Simec pelos investimentos que irão gerar melhorias nos índices de emprego e renda do município. “Temos uma expectativa muito positiva de ganho com novos empregos, aumento no repasse de ICMS e contrapartida social. Trata-se de um passo ousado e o lançamento da pedra fundamental dá a partida para gerar muito mais desenvolvimento”, ressaltou o prefeito.
Histórico
Líder na siderurgia de aços especiais na América do Norte, o grupo Simec, fundado em 1969 no México, anunciou sua chegada ao Brasil em 2011, quando adquiriu a área para construção da usina em Pindamonhangaba.
Com oito unidades no México, sete nos EUA e uma no Canadá, o grupo chegou ao Brasil através da usina de Pindamonhangaba e hoje conta com outras duas plantas no país (Cariacica - ES e Itaúna - MG).
Colaborando para o desenvolvimento de todo o país, através de sua produção de aço, a planta Simec em Pinda é uma moderna usina construída com a mais alta tecnologia em produção siderúrgica responsável pelo abastecimento do mercado nas regiões Centro-oeste, Sudeste e Sul.

Após 34 anos, Prefeitura de Pinda encerra aterro sanitário e estuda projeto para o espaço

Após 34 anos, Prefeitura de Pinda encerra aterro sanitário e estuda projeto para o espaço

Localizado na entrada da cidade, no Distrito Industrial Dutra, o aterro sanitário de Pindamonhangaba encerrou suas atividades após 34 anos de operação. Agora, a Prefeitura, por meio da Secretaria de Meio Ambiente, estuda as possibilidades de uso para o espaço,
Para colaborar com esse novo projeto, a Secretaria de Meio Ambiente esteve recentemente com a direção da Cetesb, em São Paulo, buscando entender as necessidades e exigências operacionais da nova fase do Aterro Municipal e recebeu as orientações dos possíveis usos futuros da área.
Participaram da reunião a secretária de Meio Ambiente, Maria Eduarda San Martin, o diretor da pasta, Rafael de Souza, e a engenheira Elis Moraes.
Atualmente o aterro sanitário não está mais recebendo resíduos domésticos e não existe mais aterramento de nenhum tipo de resíduo no local. “Pelas exigências do último parecer técnico existem algumas medidas a serem tomadas, como por exemplo, ajustes em alguns drenos e a cobertura final com terra”, afirmou a secretária Maria Eduarda.
Segundo ela, do ponto de vista técnico um aterro pode ser alteado, o que poderia ter ocorrido no aterro de Pinda, viabilizando assim uma vida útil maior, porém o município está cumprindo integralmente o acordo estabelecido em 2015 com a Cetesb, realizando seu encerramento junto à Cota 600.

História
O aterro do Distrito Industrial foi implantado na década de 1980. O projeto foi concebido pela Cetesb, que na ocasião incentivava os municípios a dar destinação correta de seus resíduos.
“Nessa época, a Cetesb fazia até o projeto e segundo relatos isso possibilitou a desativação do então lixão, localizado nas proximidades da ponte do Rio Paraíba (após o bairro do Aterrado), área municipal que recebia sem critérios os resíduos domésticos”, afirmou Maria Eduarda.
O projeto original do aterro na entrada da cidade contemplava uma área ainda maior, porém foi reduzido. A licença de funcionamento do mesmo foi emitida em 1988 pela Cetesb e ao longo dos últimos 34 anos serviu o município.
Sempre operado pela empresa Coletora Pioneira, o empreendimento foi fiscalizado pela Cetesb ao longo das últimas décadas. “Em 2019 houve melhorias significativas nas condições do aterro, realizou-se a construção de novas caixas de armazenamento de chorume, implantação de novos drenos de chorume e gás, acerto dos taludes, perfuração de novos poços de monitoramento, gramado das áreas já finalizadas. Conseguimos nos últimos dois anos realizar uma grande transformação, para garantir o seu correto encerramento”, completou a secretária.

Próximos passos
Embora o espaço não receba mais resíduos, a atividade no aterro sanitário não será finalizada. O local contará com acompanhamento constante durante os próximos anos com ações de monitoramento geotécnico de estabilidade e realização de serviços de manutenção necessários como por exemplo, a melhoria em algum dreno.
“O aterro continua vivo. Embaixo da terra, o material depositado continua sua decomposição, gerando chorume e gás em movimento, por isso é necessário o adequado controle e monitoramento do local. Com o tempo esses valores diminuirão conforme o fator de decomposição reduzir, mas nossa tarefa continuará por anos e incluirá o monitoramento periódico da qualidade da água do lençol freático”, afirmou Maria Eduarda.
Segundo ela, o prefeito Dr. Isael Domingues pediu a elaboração de uma proposta de ocupação do espaço que atenda os regramentos da Cetesb. “Com o monitoramento constante do espaço, vamos verificar as possibilidades de uso no local, entendendo se é interessante abrir para o público ou transformar em uma área de educação que possa receber visitas monitoradas”.
Diversas iniciativas em diferentes lugares do mundo estão sendo realizadas nesse sentido, transformando paisagens anteriormente degradadas em parques, praças ou espaços verdes.

Inscrições para castração gratuita de cães e gatos serão realizadas na Prefeitura

Inscrições para castração gratuita de cães e gatos serão realizadas na Prefeitura

A Prefeitura de Pindamonhangaba vai abrir inscrições, dia 27 de junho, para castração gratuita de animais.

As inscrições podem ser feitas na Prefeitura, das 8 às 16 horas, e o proprietário precisa levar RG, CPF e comprovante de endereço. No ato da inscrição ele receberá instruções para o dia da castração.
Os dias das castrações serão: 11 de julho - 20 caninos, 12 de julho - 20 caninos, 13 de julho - 30 felinos, 14 de julho - 20 caninos e 15 de julho - 30 felinos. Com horários a partir das 8h30.
O animal deverá estar em jejum absoluto de água e comida a partir das 20 horas do dia anterior, estar limpo (pode dar banho no dia anterior), estar sem pulgas e carrapatos, caixa de transporte, além de uma toalha ou lençol limpo para o animal, e o tutor deve levar o pet com coleira e guia.

Inscrições para castração gratuita de cães e gatos serão realizadas na Prefeitura

A Prefeitura de Pindamonhangaba vai abrir inscrições, dia 27 de junho, para castração gratuita de animais.
As inscrições podem ser feitas na Prefeitura, das 8 às 16 horas, e o proprietário precisa levar RG, CPF e comprovante de endereço. No ato da inscrição ele receberá instruções para o dia da castração.
Os dias das castrações serão: 11 de julho - 20 caninos, 12 de julho - 20 caninos, 13 de julho - 30 felinos, 14 de julho - 20 caninos e 15 de julho - 30 felinos. Com horários a partir das 8h30.
O animal deverá estar em jejum absoluto de água e comida a partir das 20 horas do dia anterior, estar limpo (pode dar banho no dia anterior), estar sem pulgas e carrapatos, caixa de transporte, além de uma toalha ou lençol limpo para o animal, e o tutor deve levar o pet com coleira e guia.

Pinda promove VI Semana Municipal de Prevenção e Combate às Drogas

Pinda promove VI Semana Municipal de Prevenção e Combate às Drogas

A Prefeitura de Pindamonhangaba, por meio da Secretaria de Saúde, promove a VI Semana Municipal de Prevenção e Combate às Drogas com ações em escolas municipais e locais públicos da cidade.
As atividades vão do dia 20 ao dia 27 de junho, com uma programação que contempla diversos segmentos.
No dia 20, às 14h30, ocorrerá a abertura na sessão de câmara com apresentação dos trabalhos do COMAD em Pinda.
Do dia 21 ao 24, ações conjuntas do CONSEG, COMAD e projeto "Em Busca do Melhor" acontecem nas escolas Rubens Zamith, Eloisa Salgado, Pedro Silva, Milad e Mario Bulcão.
No dia 25, sábado, haverá a XI Mobilização de Prevenção e Combate às Drogas, com participação de organizações como o Narcóticos Anônimos, Alcoólicos Anônimos, Amor Exigente, CAPS, ONG Colheita Final, Coalização Pinda e Anjos da Vida, na Praça Monsenhor Marcondes, das 09h às 12h.
Para fechar, no dia 27, terá o VI Fórum Sobre Prevenção e Combate às Drogas, das 13h às 17h, no auditório do Senac, o tema deste ano é "Por Uma Vida Saudável e Livre de Drogas" com participação de dirigentes de escolas, agentes de saúde, entre outros convidados.

Tamoios disponibiliza novas câmeras ao usuário

 O motorista que trafegar pela Tamoios conta com novas câmeras de monitoramento da rodovia, disponíveis no site Tamoios e aplicativo Tamoios. As ferramentas exibem imagens em tempo real de dois pontos estratégicos da Serra Nova.

Estão disponíveis imagens da câmera do km 80,3 (início da subida da nova Serra) e do km 65 (saída do último túnel, na chegada ao planalto). Com as duas novas câmeras, o usuário passa a contar com 8 opções de monitoramento que exibem imagens das condições do tráfego e do clima em tempo real.

Esse recurso auxilia na programação de viagem.

Para ver as câmeras da Tamoios, acesse o link https://concessionariatamoios.com.br/cameras/ver/12 ou baixe o Aplicativo Tamoios.

Pinda exporta US$ 108 milhões em maio e se mantém entre as 10 melhores cidades do Estado

Pindamonhangaba continua com volume expressivo de vendas ao exterior e se manteve entre os 10 municípios paulistas com maior volume de exportação. Somente no último mês de maio, a cidade totalizou uma movimentação de US$ 108 milhões.
Os dados foram divulgados na última semana pelo Ministério da Economia e colocaram Pindamonhangaba na quarta colocação da Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte, 10º no Estado de São Paulo e o 37º no ranking nacional.
Na apuração do mês de maio, Pinda aparece na terceira colocação da região Metropolitana do Vale do Paraíba, atrás somente das cidades Ilhabela e São José dos Campos.

Valores Exportados em Maio/2022 pelas principais cidades Vale do Paraíba – em milhões US$
Ilhabela 394 milhões
São José dos Campos 196 milhões
Pindamonhangaba 108 milhões
Taubaté 97 milhões
Guaratinguetá 41 milhões
Jacareí 66 milhões
São Sebastião 30 milhões

Acumulado no ano
Com os dados de maio, Pindamonhangaba acumula em 2022 o volume de US$ 725,1 milhões, atrás somente de Ilhabela (US$ 1,7 bilhão), São José dos Campos (US$ 844,4 milhões) e São Sebastião (US$ 838,4 milhões).
“Fechamos mais um mês muito positivo e nosso valor, em apenas cinco meses, já está próximo de todo volume de exportado no ano passado, quando atingimos nosso recorde com US$ 905 milhões”, afirmou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Roderley Miotto.
A balança comercial do município vem sendo puxada pela comercialização de óleos brutos de petróleo ou de minerais, seguido da venda de ferro e aço e em terceiro lugar pelo segmento de alumínio.
Neste ano, os países com maior volume negociado foram República Dominicana, China, Índia, Argentina, Chile e EUA.
Para o prefeito Dr. Isael Domingues o trabalho do segmento industrial vem gerando impulsionando a renda do município. “Começamos 2022 com a meta de ultrapassar a barreira de US$ 1 bilhão em exportação e estamos sentindo que em julho ou agosto a nossa expectativa já será superada, o que é um sinal positivo de que nossa economia está indo muito bem”, comentou.
Os estudos são realizados pelo Comex Stat, sistema para consultas e extração de dados do comércio exterior brasileiro e são divulgados mensalmente com detalhamento das exportações e importações de cada município, extraídas do SISCOMEX e baseada na declaração das empresas.

Tutor que praticou maus tratos a animais no Trabiju é obrigado a doar insumos ao CEPATAS

Tutor que praticou maus tratos a animais no Trabiju é obrigado a doar insumos ao CEPATAS

O Ministério Público de Pindamonhangaba firmou um Termo de Acordo com o tutor que praticou maus tratos a animais no último dia 17 de março no bairro do Trabiju. Com a punição, o autor da prática de maus tratos terá que recolher R$ 1.200,00 ao Fundo Municipal do Meio Ambiente e doar alimentos ou medicamento para o CEPATAS – Centro de Proteção e Atendimento Animal (antigo Abrigo).
O caso ficou conhecido como “Valente e Valentina”, nome dado aos animais encontrados na propriedade, sendo que a fêmea apresentava ferida na região facial, oriunda de uma picada de cobra. Os animais foram levados ao CEPATAS e posteriormente adotados por famílias da cidade.
Durante a fase investigatória o MP apurou os fatos e o autor confessou a prática de maus tratos aos animais, configurando infração à legislação de proteção animal. O termo de acordo assinado terá duração de 10 meses e no começo de junho o infrator levou ao CEPATAS insumos como Frontline e Afoxolaner, medicamentos utilizados para combate de carrapatos e pulgas.
O Termo de Acordo Não Persecução Penal é um instrumento utilizado pelo Ministério Público para gerar economia processual e dar celeridade judicial na repressão dos delitos. A ação penal pública é de autoria do Ministério Público e foi assinada pela promotora Luciana Cremonese.

Relembre o caso
O flagrante de maus tratos foi realizado pela Polícia Militar Ambiental e confirmado pela médica veterinária do CEPATAS, Fernanda Mussi, que esteve no local e participou da ocorrência.
Em patrulhamento preventivo pela área rural, a Polícia encontrou um cão com uma ferida em sua região facial; ao parar para fiscalizar a moradia foram encontrados outros 11 animais em situação de maus-tratos, alguns com berne e bicheira e outros sem água e comida.
Três animais foram apreendidos e encaminhados para cuidados e posteriormente foram adotados. O homem foi conduzido ao distrito policial da cidade, onde foi multado e lavrado boletim de ocorrência para responder pelo crime de maus-tratos.
Para o CEPATAS e Defesa Animal da Prefeitura de Pindamonhangaba o caso “Valente e Valentina” foi uma vitória para a causa animal. “O resultado dessa ocorrência demonstra que estamos atuando de forma correta na defesa animal. Estamos sendo implacáveis na luta contra os maus tratos e iremos apurar com rigor as denúncias que recebemos”, afirmou a veterinária Fernanda Mussi.

Feira do Produtor Rural incentiva agricultura no município

Feira do Produtor Rural incentiva agricultura no município

A Prefeitura de Pindamonhangaba, por meio das secretarias de Meio Ambiente e de Cultura e Turismo, promoveu no sábado (11), a Feira do Produtor Rural.
A feira tem o intuito de incentivar para os produtores rurais da cidade e mostrar o trabalho de agricultura desenvolvido no município.
Exposição de alimentos, venda de hortifruti, som mecânico, artesanato, e atrações que visam mostrar a qualidade dos produtos feitos pelos pequenos produtores rurais ocorreram no dia.
A Feira do Produtor Rural acontece todo segundo sábado do mês, em parceria com a Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (CATI) e com o Sindicato Rural de Pindamonhangaba.
O evento ocorreu no Parque da Cidade e uniu pessoas de todas as partes de Pinda.
Segundo o secretário adjunto de Meio Ambiente, Paulo Ricardo Nicolas Imparato, “a feira visa fomentar o comércio dos produtos rurais do município, além do desenvolvimento das atividades de campo, e mostrar aos munícipes de Pindamonhangaba a importância das pessoas que produzem alimentos diversos e de qualidade”.

Pinda realiza mais uma edição da ação ‘SEBRAE Móvel’

Pinda realiza mais uma edição da ação ‘SEBRAE Móvel’

A Prefeitura de Pindamonhangaba, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, realiza mais uma edição do ‘SEBRAE Móvel’, ação do ‘Programa de Desenvolvimento Local Mais Pinda’, celebrado em parceria com o SEBRAE, com a Associação Comercial e Industrial de Pinda (ACIP) e com o Sindicato do Comércio Varejista de Pindamonhangaba e Região (Sincomercio).
O ‘SEBRAE Móvel’ é um escritório em movimento que leva conhecimento a futuros empreendedores e também para quem pretende tornar sua empresa mais competitiva, com orientações, produtos e serviços do SEBRAE.
O atendimento é totalmente gratuito e vai acontecer em duas datas no mês de junho: na segunda-feira, dia 20, das 10 às 16 horas, na Praça do Feital, avenida João Franciso da Silva; e na terça-feira, dia 21, das 10 às 16 horas, no Mombaça, Avenida Cap. João Monteiro do Amaral. Os interessados devem ir até os locais e horários de atendimento para receberem as instruções.
“O ‘SEBRAE Móvel’ vem pra Pinda com o intuito de auxiliar e orientar o empresário ou futuro empreendedor para que tenha êxito em seus negócios, além de oferecer cursos e capacitações gratuitas aos interessados”, disse o secretário de Desenvolvimento Econômico, Roderley Miotto.

Go to top