Taubaté fecha nova parceria com shoppings para vacinação contra sarampo e pólio

A Secretaria de Saúde de Taubaté firmou uma nova parceria com o Taubaté Shopping e o Via Vale Garden Shopping para reforçar a campanha de vacinação contra o sarampo e a poliomielite no próximo final de semana.
Postos de vacinação serão montados nos dois centros de compras para que os pais tenham a opção de imunizar seus filhos no sábado e no domingo. No dia 25 de agosto, a vacinação acontece no Taubaté Shopping das 10h às 18h. Já no dia 26 de agosto, as crianças podem receber as doses das vacinas no Via Vale Garden Shopping entre as 11h e 18h.
De acordo com a última prévia divulgada pela Vigilância Epidemiológica de Taubaté, 7.337 crianças já foram vacinadas contra o sarampo (cobertura de 50,06%) e 7.434 doses contra a poliomielite foram aplicadas (cobertura de 50,72%) desde o início da campanha em 4 de agosto.
A meta de cobertura estabelecida pelo Ministério da Saúde é de 95% do público alvo, o que representa 14.657 crianças entre 1 ano e 5 anos incompletos em Taubaté.
A campanha de vacinação segue até o dia 31 de agosto. As doses estão disponíveis nos demais dias da semana nas unidades de saúde que possuem salas de vacinação, conforme o horário específico de funcionamento (http://www.taubate.sp.gov.br/unidadesdesaude/).
A Vigilância Epidemiológica reforça que os pais devem levar as carteiras de vacinação de seus filhos. Mais informações podem ser obtidas na Vigilância Epidemiológica de Taubaté pelo telefone 3629-6232.

Taubaté ganha Centro da Mulher nesta semana

Taubaté ganha na próxima quinta-feira, dia 5 de julho, o Centro da Mulher – Casa da Mãe Taubateana.

O espaço foi totalmente revitalizado, com direito a intervenções de acessibilidade, ambientação e climatização dos ambientes, além da instalação de novos equipamentos.

A equipe do Centro da Mulher é composta por médicos, psicólogo, fisioterapeuta e conta com uma parceria com a Universidade de Taubaté (Unitau) para o desenvolvimento de aulas, estágios e especialização médica em ginecologia sob supervisão dos professores da instituição.

Os atendimentos especializados começam já na tarde de quinta-feira. As consultas e exames dos pacientes são realizados por meio de encaminhamentos dos profissionais de saúde das unidades de Atenção Básica – Posto de Atendimento Médico e Odontológico (Pamo) e Estratégia de Saúde da Família (ESF).

Os procedimentos eletivos oferecidos são nas áreas de ginecologia de alto risco, gravidez na adolescência e na fase adulta, mastologia, planejamento familiar, acompanhamento psicológico, fisioterapia, exames de colposcopia e ultrassom ginecológico.

O Centro da Mulher – Casa da Mãe Taubateana está localizado à rua Dr. Benedito Cursino dos Santos, 202, Centro.

“Julho Amarelo” lança alerta contra hepatite

A Prefeitura de Taubaté promove, entre os dias 2 e 31 de julho, a campanha “Julho Amarelo” para prevenção contra hepatites virais.
Entre as atividades previstas estão a realização de testes rápidos,orientações de prevenção,distribuição de materiais educativos e preservativos.
Ao todo, 43 unidades do Departamento de Atenção Básica participam da campanha, além do AMI (Ambulatório Municipal de Infectologia) e Consultório na Rua. O encerramento da campanha no dia 31 vai contar com atividades no Creas (Centro de Referência Especializado de Assistência Social).
Balanço da Vigilância Epidemiológica de Taubaté indica que foram confirmados 32 casos de hepatite C no município entre janeiro e junho deste ano contra 50 casos em 2017. Neste primeiro semestre, a predominância é do sexo masculino (23 casos) e a forma de contágio ainda é a relação sexual (19 casos).

Serviço: Julho Amarelo
Dias: 2 a 31 de julho
Locais para realização de testagem:
• AMI
• Consultório de Rua

Unidades de atenção básica:
1-Água Quente
2-Ana Rosa
3-Barreiro
4-Chácara silvestre
5-Esplanada
6-Estoril
7-Jaraguá
8-Marlene Miranda
9-Novo Horizonte
10-Piratininga
11-Planalto
12-Santa Isabel
13-Santa Tereza
14-São Geraldo
15-São Gonçalo
16-São José
17-Vila Marli
18-Paiol
19-Monjolinho
20-Pinheirinho
21-Baronesa
22-Belem
23-Bonfim
24-Bosque da saúde
25-Cidade Jardim
26-Estiva
27-IAPI
28-Jardim Rezende
29-Paduan
30-Quiririm
31-Registro
32-Santa Fé
33-Santo Antonio
34-São Carlos
35-São João
36-São Pedro
37-Três Marias II
38-Vila Velha
39-Continental
40-Mourisco
41-Fazendinha
42-Independência
43-Gurilândia
Encerramento: dia 31 de julho, com atividade extra muro na rodoviária velha (Creas) das 8h às 11h30.

Vacinação contra a Influenza é prorrogada novamente

De acordo com solicitação do Ministério da Saúde, a Prefeitura de Pindamonhangaba prorroga até o dia 22 de junho a vacinação contra a influenza H1N1.

A vacina está disponibilizada em seis pontos: Ciaf, Araretama II, Crispim, Cisas, Cidade Nova e Terra dos Ipês, dentro do horário de atendimento: das 8 às 11 e das 13 às 16 horas.

Pindamonhangaba alcançou até o momento 73,11% do público-alvo, aproximadamente 24 mil pessoas.
Segundo o diretor do Departamento de Proteção aos Riscos e Agravos à Saúde, da Prefeitura, Rafael Lamana, a campanha vem para fomentar a cobertura vacinal, em especial para as crianças de 6 meses a menores de 5 anos de idade, gestantes, mulheres que deram à luz recentemente, professores, Idosos, indígenas, trabalhadores da área da saúde e pacientes com comorbidades.

Segundo a Vigilância Epidemiológica, Pindamonhangaba imunizou até o momento mais de 70% do público-alvo da meta estabelecida para a cidade, que é de 32 mil pessoas vacinadas.
“O que nos chama atenção é a baixa adesão das crianças, gestantes e professores da rede pública e privada. Cabe destacar que a vacinação é a única maneira de se manter imune frente à influenza, para tanto, é importante fazer o uso da vacina pois trata-se de saúde pública”, alerta Lamana.

Pronto-Socorro inicia atendimento no pavimento superior

As obras de reforma do Pronto-Socorro, que tiveram início em 2017, tiveram sua primeira fase finalizada no andar superior e já estão sendo iniciadas no térreo. Os dois primeiros dias das obras transcorreram sem incidentes, e o atendimento, mesmo com grande volume de pacientes, também ocorreram organizadamente.

Durante as obras, a Prefeitura pede a compreensão e paciência das pessoas que utilizam os serviços do Pronto-Socorro, pois haverá certo transtorno temporário. Procurando causar o menor desconforto possível para a população neste novo período de obras, a Secretaria de Saúde da Prefeitura está organizando uma área de recepção dos pacientes na lateral do prédio, onde atualmente está o ambulatório de ortopedia.

Os atendimentos passarão a ser realizados no andar superior, com subida pela rampa. Permanecem funcionando no térreo, mesmo durante as obras, o Raio-X, a emergência e os leitos de observação. Haverá, ainda, no térreo, um consultório para pacientes com mobilidade reduzida. Os demais atendimentos passarão a ser realizados no andar superior.

"Pedimos a compreensão e parceria da população neste novo momento das obras. Estamos cientes que haverá um certo conflito mas será temporário, para que a reforma seja finalizada e o resultado final seja uma saúde mais humanizada para nossa cidade", destacou o prefeito Isael Domingues.

Investimento na saúde

Todo o prédio do Pronto-Socorro será reformado e terá seus ambientes internos readequados. A obra é resultado de convênio firmado entre a Secretaria de Saúde do Estado e a Prefeitura de Pindamonhangaba, em um investimento total de R$ 1.919.027,36, somando-se a contrapartida da Prefeitura.

Segundo o prefeito Isael Domingues a reforma do Pronto-Socorro é uma necessidade e reivindicação de muitos anos da população. "Ao final da obra, teremos o dobro do espaço de atendimento do PS. Serão dois andares, elevadores, e ainda uma ala exclusiva para atender as crianças, entre tantas outras melhorias", adiantou o prefeito.

Haverá, ainda, uma terceira fase da obra, que será a reforma da parte de trás do prédio.

Secretaria de Saúde de Pindamonhangaba informa que vacinação contra a Influenza H1N1 termina nesta semana

A Secretaria de Saúde de Pindamonhangaba encerra neste sábado (16) a vacinação contra a influenza (gripe).

De acordo com dados divulgados nesta terça-feira (12), a vacinação em Pindamonhangaba alcançou até o momento 73,11% do público-alvo, aproximadamente 24 mil pessoas.

Segundo o diretor do Departamento de Proteção aos Riscos e Agravos à Saúde, da Prefeitura, Rafael Lamana, a campanha vem para fomentar a cobertura vacinal, em especial para as crianças de 6 meses a menores de 5 anos de idade, gestantes, mulheres que deram à luz recentemente, professores, Idosos, indígenas, trabalhadores da área da saúde e pacientes com comorbidades.

A vacina está disponibilizada em seis pontos: Ciaf, Araretama II, Crispim, Cisas, Cidade Nova e Terra dos Ipês, dentro do horário de atendimento: das 8 às 11 e das 13 às 16 horas.

Segundo a Vigilância Epidemiológica, Pindamonhangaba imunizou até o momento mais de 70% do público-alvo da meta estabelecida para a cidade, que é de 32 mil pessoas vacinadas.

“O que nos chama atenção é a baixa adesão das crianças, gestantes e professores da rede pública e privada. Cabe destacar que a vacinação é a única maneira de se manter imune frente à influenza, para tanto, é importante fazer o uso da vacina pois trata-se de saúde pública”, alerta Lamana.

No sábado (16), último dia da campanha, a vacinação estará na Praça Monsenhor Marcondes das 7 às 17 horas.

Saúde alerta para prevenção contra o sarampo durante a Copa do Mundo

A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo faz um alerta para a importância da vacinação contra o sarampo para quem vai viajar durante a Copa do Mundo na Rússia, que ocorre entre os dias 14 de junho e 15 de julho.

A dose da vacina tríplice viral – que protege contra sarampo, rubéola e caxumba – deve ser tomada preferencialmente 15 dias antes da viagem e é fundamental garantir a proteção, uma vez que a doença está em avanço no continente europeu.

“Os brasileiros que pretendem prestigiar os jogos na Rússia, ou que estiverem nas cidades-sede do evento, devem checar se a carteira de vacinação está em dia e procurar um posto de saúde caso ainda não estejam imunizados”, orienta o coordenador de Controle de Doenças (CCD) da Secretaria, Marcos Boulos.

Além dos viajantes, a vacina também é indicada para crianças com idade entre 1 e 5 anos que ainda não receberam a dose. Também pode ser aplicada em crianças a partir de seis meses, desde que seja programada nova aplicação em conformidade com o calendário estadual de vacinação, com administração da vacina tetraviral (sarampo, rubéola, caxumba e varicela) aos 12 meses e novamente aos 15 meses.

Outros públicos para os quais a imunização também é importante são aqueles que atuam diretamente com atendimento ao público e à área de turismo, como motoristas de táxis e vinculados a aplicativos, funcionários de hotéis e restaurantes, além de profissionais de saúde.

Além da vacinação, é importante reforçar as medidas de higiene pessoal, como cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir, lavar as mãos com frequência com água e sabão, utilizar álcool em gel, não compartilhar copos, talheres e alimentos, evitar levar as mãos à boca ou aos olhos, evitar contato próximo com pessoas doentes.

A imunização não é recomendada para as crianças menores de seis meses, gestantes e indivíduos que apresentem contraindicações médicas. “É recomendável que os pais com crianças com menos de seis meses evitem deslocamento para destinos com grandes eventos, como a Copa”, acrescenta Boulos.

Transmissão e sintomas

O sarampo é altamente contagioso e pode ser transmitido por meio de secreções expelidas por meio da fala, tosse e espirro. O vírus fica incubado por um período de 7 a 18 dias e pode resultar em quadros graves, como pneumonia, diarreia e encefalite, levando até mesmo ao óbito.

A população deve permanecer atenta aos quadros de febre e de exantema (manchas avermelhadas na pele) acompanhados de sintomas como tosse, coriza ou olhos avermelhados. Em situações como essa, deve-se buscar avaliação médica imediata e evitar contato com outras pessoas até a confirmação do diagnóstico.

A circulação endêmica do sarampo foi interrompida no Estado de São Paulo em 2000 e o vírus foi eliminado no Brasil em 2016. Casos esporádicos ocorreram eventualmente desde então, relacionados à importação do vírus de várias regiões do mundo onde ainda o controle da doença não foi atingido. Em 2018, por exemplo, SP registra apenas um caso confirmado, importado da Ásia Ocidental.

Na Europa, houve um aumento de 400% em comparação a 2016, segundo informações da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Taubaté ganha novo posto de coleta de exames laboratoriais

O posto foi montado pela empresa CientíficaLab na rua padre Diogo Antonio Feijó, 220, Jardim das Nações. Até então, usuários da Rede Municipal de Saúde da região central eram atendidos em um posto de coleta provisório na Casa da Mãe Taubateana.

Moradores dos bairros Baronesa, Belém, Cidade Jardim, Chácaras Reunidas, Continental, Imaculada, Independência, Santa Fé, Vila Velha e Registro podem utilizar as novas instalações a partir da terça-feira.

O posto de coleta do centro vai funcionar de segunda a sexta-feira das 7h às 16h e aos sábados das 7h às 11h.
Dois postos de coleta provisórios permanecem em funcionamento na UBS+ Fazendinha e na UBS+ Mourisco. Os procedimentos também são realizados em 18 unidades de ESF (Estratégia de Saúde da Família), além dos Pamo Bonfim e Quiririm, UBS+ Gurilândia e na Policlínica Infantil.

A CientificaLab assumiu em 29 de novembro do ano passado a realização dos exames laboratoriais em Taubaté. No ano passado, foram realizados cerca de 1,02 milhão de exames laboratoriais no município.

Vacinação contra influenza é retomada em 2 de maio em Taubaté

A Vigilância Epidemiológica de Taubaté retoma na próxima quarta-feira, dia 2 de maio, a Campanha de Vacinação contra Influenza com destaque para crianças (entre 6 meses e menores de 5 anos de idade), gestantes e puérperas (mães que deram à luz recentemente).
Pessoas que integram o grupo anterior, como idosos e trabalhadores de saúde, ainda podem ser imunizados. A partir do dia 9 de maio é a vez dos portadores de comorbidades, professores e os detentos. O Dia D da campanha de vacinação ficou definido para 12 de maio. A campanha está prevista para terminar em 1º de junho.
A primeira prévia da campanha indica que 11.631 pessoas já receberam as doses, equivalente a uma cobertura vacinal de 17,89%. A meta estabelecida pelo Ministério da Saúde é atingir uma cobertura de 90%. Taubaté atingiu 101,3% de cobertura vacinal de seu público-alvo na campanha do ano passado.
Mais informações podem ser obtidas junto à Vigilância Epidemiológica de Taubaté pelo telefone 3629-6232.

Clima

Go to top