Educação abre chamada pública para compra de alimentos por meio da Agricultura Familiar

A Secretaria de Educação do Estado (Seduc-SP), por meio da Coordenadoria de Serviços Escolares (CISE), publicou uma chamada pública para aquisição de arroz e feijão da Agricultura Familiar e do Empreendedor Familiar Rural.

As compras serão destinadas ao atendimento do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE).

Essas são as duas primeiras chamadas de uma série que deve acontecer ainda neste ano para a compra de alimentos utilizados no período letivo de 2020 e 2021. Ao todo, o edital prevê fornecimento de 8.140 toneladas de arroz e 3.060 de feijão.

Os interessados deverão enviar documentação e o projeto de venda para a Comissão de Chamada Pública (CCP), na sede da Seduc-SP, localizada na Praça da República, 53, sala 236, até 16h do dia 1º de outubro de 2020, para o arroz, e 5 de outubro, para o feijão.

Nos dias seguintes ao prazo final, 2 e 6 de outubro, serão abertos os envelopes pela Comissão. Os eventos terão transmissão online, mas também poderão ser acompanhados pessoalmente, no auditório da Seduc-SP, desde que sejam respeitados os protocolos de saúde destinados à prevenção da COVID-19.

Análise

Após a análise dos documentos de habilitação e projeto de venda, a Comissão de Chamada Pública solicitará o envio das amostras dos produtos.

 Verificadas as amostras pela equipe técnica, será divulgada a relação das cooperativas habilitadas, que poderá ser mais de uma.

 Em seguida será aberto prazo para recursos. Finalizadas todas as etapas, a Comissão da Chamada Pública divulgará o resultado final no Diário Oficial do Estado.

Certificação será exigência para acesso a linhas de crédito do Banco do Povo

Certificação será exigência para acesso a linhas de crédito do Banco do Povo

Desde a última segunda-feira dia 14, o Banco do Povo, do Governo do Estado de São Paulo, passou a exigir certificado para acesso às linhas de crédito.

Empreendedores informais, produtores rurais e MEI deverão apresentar certificado de um dos cursos do Sebrae, sendo: SUPERMEI-Primeiros Passos; SUPERMEI-Primeiros Passos Gestão; SUPERMEI-Organize seu Negócio; EAD SUPERMEI-Primeiros Passos; EAD SUPERMEI-Organize seu Negócio; EAD SUPERMEI-Pronto para Crescer; SUPERMEI-Pronto para Crescer; Empreenda Rápido Online; Enfrentar; EAD-Performance; EAD-Produtividade; EAD-Competitividade e Produtos.


O Banco do Povo, em um convênio com o Sebrae, executa o Programa Juro Zero e Empreenda Rápido Sebrae/BPP por meio da oferta de crédito. Desde abril até a presente data mais de 40 milhões de reais já foram desembolsados para 2.474 empresas por meio dessas linhas.

Os interessados em novas propostas devem buscar auxílio na sede do Agiliza Taubaté que fica à Rua Expedicionário Ernesto Pereira, 229 em Taubaté. No local, além do atendimento do Banco do Povo, o solicitante de crédito terá também o atendimento de um posto do Sebrae.

Taubaté abre inscrições para Programa Emergencial de Auxílio Desemprego

Taubaté abre inscrições para Programa Emergencial de Auxílio Desemprego

A Prefeitura de Taubaté, por meio do Balcão de Empregos, convoca a partir das 8h da  segunda-feira (14) interessados em aderir ao Programa Emergencial de Auxílio Desemprego (PEAD).

Os interessados devem ter idade mínima de 17 anos, pelo menos um ano em situação de desemprego, não receber outro benefício assistencial e residir em Taubaté há no mínimo dois anos. É permitida a adesão de apenas um membro por núcleo familiar.

O bolsista receberá uma bolsa auxílio de R$ 330, curso de qualificação profissional (assistente administrativo) obrigatório a ser realizado na ETEC Dr. Geraldo José Rodrigues Alckmin.

As inscrições vão até sexta-feira (18) e devem ser realizadas pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.. O interessado deve enviar os seguintes documentos digitalizados: RG, CPF, Carteira de Trabalho e comprovante de residência.

Serão disponibilizadas 20 vagas. A seleção será realizada pelo Governo do Estado e os solicitantes serão informados, via telefone, em caso de aceitação para a assinatura do termo de adesão na sede do Balcão de Empregos, no piso superior da Rodoviária Velha.

Os bolsistas do programa não terão vínculo empregatício, registro em carteira de trabalho e FGTS e demais direitos trabalhistas. A permanência no programa é de seis meses, prorrogáveis por mais três meses, com jornada semanal de cinco dias por semana, sendo quatro dias para as atividades de apoio na Prefeitura de Taubaté, com duração de 6 horas, e um dia para o curso de qualificação profissional, com duração de 5 horas.

Brasil teve investimento líquido negativo entre 2016 e 2019, diz Ipea

Brasil teve investimento líquido negativo entre 2016 e 2019, diz Ipea

Entre 2016 e o fim de 2019, os investimentos feitos em estoque de capital no Brasil não conseguiram superar a depreciação da estrutura produtiva que já existia, diz estudo divulgado hoje (8) pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Como resultado, o estoque de capital usado para produzir diminuiu ao longo do período e voltou a aumentar somente no início deste ano.

Os dados constam da pesquisa Estoque de Capital Fixo no Brasil: Séries Desagregadas Anuais, Trimestrais e Mensais, que foi divulgada pela primeira vez nesta terça-feira e deve ser atualizada trimestralmente.

A redução de capital constatada após a crise econômica que começou em 2014 foi a primeira desde 1947, segundo o Ipea. Como o país havia expandido sua capacidade produtiva nos anos anteriores, a depreciação desse capital continuou crescendo nos anos seguintes. Por outro lado, os investimentos na formação de capital, como máquinas e construção, começaram a cair a partir da recessão, e o resultado foi um investimento líquido negativo, explica o diretor de Estudos e Pesquisas Macroeconômicas do Ipea, José Ronaldo Souza Júnior.

“O estoque de capital vai se deteriorando com o tempo. E parte dos investimentos é justamente para cobrir essa depreciação, repor essa depreciação. Nesse período de 2016 a 2019, o investimento era tão baixo que sequer era suficiente para repor a depreciação. Tudo que era investido era para repor a deterioração, de tal forma que a capacidade produtiva estava diminuindo ao longo do tempo”.

Souza Júnior afirma que a reação do investimento líquido veio com o crescimento do investimento bruto, iniciado em 2017, e a queda da depreciação, com a redução do estoque de capital.
“Só no início de 2020, a gente começou a ter dados positivos de investimento líquido”, diz o diretor do Ipea. Ele pondera que a pandemia de covid-19 já trouxe uma nova queda dos investimentos no segundo trimestre deste ano. “A gente espera que se isso se recupere no segundo semestre. Não totalmente, mas que haja uma recuperação parcial.”

O Ipea ressalta que as informações referentes a 2018 e 2019 são preliminares e devem ser revistos quando forem divulgados os dados anuais completos, que constaram no Sistema de Contas Nacionais, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Salário mínimo tem aumento de apenas R$22 no próximo ano

Salário mínimo tem aumento de apenas R$22 no próximo ano

Segundo o Projeto de Lei Orçamentária enviado na última segunda-feira (31) pelo presidente Jair Bolsonaro, o salário mínimo deve ser de R$1.067 no ano de 2021. O montante está R$12 abaixo do proposto em abril pela Lei de Diretrizes Orçamentárias (PLDO).

O aumento acontecerá apenas para seguir a Constituição Federal, que prevê o ajuste do salário mínimo pelo menos pela variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) do ano anterior. Não haverá ganho real.

Depois de enviado ao Congresso, o projeto é colocado em discussão na Comissão Mista do Orçamento e deve ser votado até o final do ano.


Banco Central apresenta nova cédula de R$ 200

Banco Central apresenta nova cédula de R$ 200

A imagem da nova cédula de R$ 200, que começa a circular hoje dia 2, em todo país, está sendo apresentada em cerimônia transmitida pelo canal do Banco Central (BC) no YouTube. A nota, que é a sétima da família do Real, homenageia o lobo-guará. 

De acordo com o BC, serão produzidas, neste ano, 450 milhões cédulas. Participa do evento a diretora de Administração do BC, Carolina de Assis Barros.

Lobo-guará

Escolhido para estampar a nota, em pesquisa realizada em 2001, o lobo-guará está na categoria vulnerável em relação à elevada ameaça de extinção. Segundo os biólogos, o animal precisa ser reconhecido, cada vez mais, pelos benefícios que pode trazer para o setor produtivo rural, valor ainda pouco contabilizado.

Projetos colocados em prática com o lobo-guará mostram que é possível a convivência adequada entre preservação e agroindústria. Conscientização e ações equilibradas fazem bem para as plantações, para o animal a para os negócios.

Banco Central apresenta nova cédula de R$ 200

Banco Central apresenta nova cédula de R$ 200

A imagem da nova cédula de R$ 200, que começa a circular hoje dia 2, em todo país, está sendo apresentada em cerimônia transmitida pelo canal do Banco Central (BC) no YouTube. A nota, que é a sétima da família do Real, homenageia o lobo-guará. 

De acordo com o BC, serão produzidas, neste ano, 450 milhões cédulas. Participa do evento a diretora de Administração do BC, Carolina de Assis Barros.

Lobo-guará

Escolhido para estampar a nota, em pesquisa realizada em 2001, o lobo-guará está na categoria vulnerável em relação à elevada ameaça de extinção. Segundo os biólogos, o animal precisa ser reconhecido, cada vez mais, pelos benefícios que pode trazer para o setor produtivo rural, valor ainda pouco contabilizado.

Projetos colocados em prática com o lobo-guará mostram que é possível a convivência adequada entre preservação e agroindústria. Conscientização e ações equilibradas fazem bem para as plantações, para o animal a para os negócios.

Shoppings da região estendem horário de funcionamento

Shoppings da região estendem horário de funcionamento

Seguindo o protocolo do Governo do Estado de reabertura gradual do comércio para as cidades que estão na chamada fase amarela, shoppings de Taubaté e Pindamonhangaba passam a funcionar durante 8h diariamente, abrindo também aos finais de semana.

O Taubaté Shopping e o Via Vale estarão abertos das 12h às 20h de segunda a sábado. O centro de compras Pátio Pinda passa a funcionar de segunda a sábado, das 14h às 22h, e aos domingos das 12h às 20h.

 Os locais terão suas praças de alimentação abertas, porém com capacidade reduzida.

Cuidados
Os centros comerciais deverão realizar procedimentos de higiene e prevenção contra o Covid-19, entre eles desinfecção rotineira de todas as áreas, pontos de álcool em gel a 70% para utilização de clientes e funcionários, reforço nas sinalizações internas, obrigatoriedade do uso de máscaras e redução dos acessos de entrada aos empreendimentos.

São Paulo permite que lojas em locais da Fase Amarela abram por até 8 horas

São Paulo permite que lojas em locais da Fase Amarela abram por até 8 horas

A partir de hoje dia 21 os estabelecimentos comerciais do estado de São Paulo localizados em regiões que estão na Fase 3  Amarela do Plano São Paulo podem estender seu horário de funcionamento de seis para oito horas.

 A medida vale para bares, restaurantes, shoppings, comércios de rua, salões de beleza e barbearias, academias e eventos, que poderão decidir se fracionarão o horário ao longo do dia.

Cada município terá autonomia para decidir se essa mudança será ou não adotada e de que forma será implementada. O horário de funcionamento não poderá se estender depois das 22h para evitar aglomerações. Na Fase Amarela, as regiões podem reabrir bares, restaurantes e salões de beleza com 40% da capacidade, além de academias com 30% de vagas.

O Plano São Paulo é dividido em cinco fases que vão do nível máximo de restrição de atividades não essenciais (vermelho) a etapas identificadas como controle (laranja), flexibilização (amarelo), abertura parcial (verde) e normal controlado (azul). O Plano São Paulo também é regionalizado, ou seja, o estado foi dividido em 17 regiões [com a região metropolitana dividida em cinco sub-regiões] e cada uma delas é classificada em uma fase.

Até este momento, nenhuma região do estado está classificada na fase verde. Mas há uma expectativa de que a capital paulista possa ser classificada nessa fase com a nova atualização do Plano que vai ocorrer hoje.

 A fase verde prevê que os estabelecimentos comerciais possam ter 60% de sua capacidade em funcionamento.

Go to top