Grupo de idosos fará ação em Pindamonhangaba celebrando o ‘Dia do Abraço’

Um grupo de idosos do Lar São Vicente de Paulo, de Pindamonhangaba, fará uma ação social em comemoração ao Dia do Abraço, no dia 22 de maio (terça-feira), na praça Monsenhor Marcondes.

A iniciativa é das professoras Letícia Godinho e Flávia do Amaral, da Fundação José Carlos da Rocha, cujo objetivo é levar conscientização sobre a importância do abraço como gesto de carinho e afeto e valorizar a união entre as pessoas, sobretudo reconhecendo a importância que o idoso tem na construção da sociedade.

Os vovôs e vovós estarão com sete cartazes feitos por eles mesmos com mensagens sobre o Dia do Abraço. Dentre as frases estão: “Quero um abraço”, “Abraço grátis”, “Preciso de um abraço” e também uma pergunta: “Tenho um abraço para de dar. Você quer que eu leve ou vem buscar?”.

As pessoas que aceitarem o abraço vão ganhar lembrancinhas feitas pelos próprios idosos. “Eles confeccionaram desenhos de bonecos, que foram transformados em imãs de geladeira. É uma maneira singela que eles encontraram para agradecer às pessoas que derem os abraços”, explicou Letícia Godinho.

De acordo com ela, o grupo vai sair do lar por volta das 14h30 para ir à praça, onde devem ficar até as 16 horas.

Sobre o Dia do Abraço
A data teria surgido a partir da iniciativa do australiano Juan Mann que criou a Free Hugs Campaign (Campanha de abraços grátis), em 22 de maio de 2004, com o simples objetivo de distribuir abraços pelas ruas de Sydney.

Em pouco tempo, a ideia se espalhou e hoje está consolidada em todo o mundo.